sexta-feira, 21 de agosto de 2009

O pior não são os problemas, mas a maneira como os encaramos

Preocupações do dia-a-dia podem nos conduzir a um estresse desnecessário que abala os alicerces da alma. O melhor, então, é manter-se flexível como a chama de uma vela, para enfrentarmos melhor os nossos tufões temporários, pois a tendência natural dos problemas é a de passar “como uma onda no mar”.... Com a mente lúcida podemos descobrir como agir para desatar os nós que nos incomodam. Na foto, pra relaxar, castiçal de parede Azul Mar, da Bangalô Brasil: R$ 50,00.

2 comentários:

Juliana disse...

Solange, estou simplesmente apaixonada pelo seu trabalho.
1°que adoro colorido, e seus trabalhos todos remetem vida com suas cores;
2°tenho um encantamento com as chitas no geral, é uma mistura de simplicidade com vida;
3°as pastilhas o que significa as pastilhas...que dom para pintá-las e arrumá-las em cada espaço;
4°as tampinhas que poder, mais nada explicaria essa idéia;
5°Vc é pura arte, me conquistou, parabéns pelo seu lindo trabalho .
Um ótimo e iluminado fim de semana.

Solange Fonseca disse...

caramba Juliana! muito obrigada e um ótimo findi pra vc também